Theme By:
Sleepless
Destroyer
Peccata Mundi Home Ask Archive Theme

"Peguei uma garrafa e fui pro meu quarto. Fiquei só de cueca e deitei na cama. Nada estava em sintonia, nunca. As pessoas vão se agarrando as cegas a tudo que existe: comunismo, comida natural, zen, surf, balé, hipnotismo, encontros grupais, orgias, ciclismo, ervas, catolicismo, halterofilismo, viagens, retiros, vegetarianismo, Índia, pintura, literatura, escultura, música, carros, mochila, ioga, cópula, jogo, bebida, andar por ai, , iogurte congelado, Beethoven, Bach, Buda, Cristo, heroína, suco de cenoura, suicídio, roupas feitas a mão, voos a jato, Nova York, e ai tudo se evapora, se rompe em pedaços. As pessoas tem de achar o que fazer enquanto esperam pela morte. Acho legal ter uma escolha."

Charles Bukowski.     (via acrescentada)

(Source: cerejeiro, via acrescentada)

(via coffeestainedheart)

(Source: zoiodlula, via a-interrogada)

(Source: drunknight, via imensidao-do-mar)

r-omantique:

My edit

(Source: beautiqe, via c-isnenegro)

oliverdrozdowski:

Breakfast at Tiffany’s (1961)

(via bengalette)

(Source: wildvampirequeen, via the-wolf-and-the-mockingbird)

"Beleza não vale nada e depois não dura. Você nem sabe a sorte que tem de ser feio. Assim quando alguém simpatiza contigo, já sabe que é por outra razão."

Charles Bukowski.   (via espeliarmus)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via espeliarmus)

(Source: reddit.com, via mylustfulpassionsandpleasures)

(via carinaanyways)

(Source: elizabethjane, via carinaanyways)

(Source: vaunting, via c-isnenegro)

"Eu não tenho medo de voar. Eu tenho medo de estar fechada num lugar e de ter escolhido estar fechada nesse lugar. Tenho medo porque meus pés sentem o chão mas ele é falso. Meus pés sempre me obrigam a sentir a verdade e eu sou obrigada a dizer a eles que aquele chão não dura e nem é de terra. Tenho medo do absurdo que é sorrir e dizer “guaraná normal e sem gelo, grata” enquanto se quer dizer “que merda é essa de estar voando se não sou a porra dum passarinho?”. Tenho medo porque quando acabar estarei em outro lugar. Agora, se eu pudesse escolher o maior de todos os medos, eu diria “a chance disso cair agora é muito pequena”. Estou sobrevoando, sem inteligência, a água profunda que aprendi a chamar de casa mas também de intervalo. A verdadeira angústia de voar é estar acima da nossa vida. Voar é tornar nossa rotina banal. Estou voando há dias, de primeira classe, com vista para o desenho de um país que não sei o nome. Ao lado de uma pessoa que, até que enfim, não é mais uma barrinha de cereal."

Tati Bernardi. (via acrescentada)

(Source: inverbos, via acrescentada)

(Source: zr-o, via dexeurelaxa)

(Source: ohhellokelsey, via dexeurelaxa)